É a sede do poder executivo e um dos símbolos mais representativos da história política do país.

Projetado pelo arquiteto Joaquín Toesca, este palácio é a principal obra do neoclassicismo no Chile. Foi inaugurada em 1805 para servir como sede da Casa da Moeda Real de Santiago, destinada à cunhagem de moedas. Em 1846, o presidente Manuel Bulnes mudou a casa do governo para aquele prédio, sendo o primeiro presidente a morá-lo. O último foi Carlos Ibáñez del Campo, em 1958.

Da mesma forma, tornou-se palco de um dos eventos mais decisivos da história do Chile, assim como o bombardeio sofrido em 11 de setembro de 1973. Depois disso, um grupo de arquitetos o restaurou, mantendo as linhas originais projetadas por Toesca .
Desde então, sofreu algumas mudanças, como ter sido pintada de branco no final do século passado, ou a reforma da Praça da Cidadania, sob a qual o Centro Cultural Palacio La Moneda foi construído. Foi declarado Monumento Nacional em 1951.

O Almacruz Hotel está localizado apenas a 8 minutos do Palácio de la Moneda.


  • palacio moneda.jpg